se proteger do sol

5 dicas para se proteger do sol

O verão 2019 se aproxima e com ele os dias de sol mais forte e a atenção redobrada à proteção da pele contra os Raios Ultravioletas (RUV). Se proteger significa evitar queimaduras, envelhecimento precoce, câncer de pele e doenças chamadas de fotodermatoses. Para evitar esses males, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) recomenda medidas de fotoproteção, atitudes simples que podem ajudar você e sua família a ficarem longe desses problemas:

se proteger do sol

   1. Nunca esqueça do protetor solar

Não é segredo para ninguém que protetor solar deve ser usado sempre, inclusive nos dias nublados. De acordo com a Dra. Adriana Cairo, o que varia é o fator. Se você não vai se expor por muito tempo ao sol, pode usar o FPS 30, mas se vai ficar mais horas é recomendado o 50. Para as crianças, a dica é usar protetores solares específicos, que são mais apropriados para a pele sensível deles.

  2. Filtro solar oral. Pode?

Enquanto os filtros solares tradicionais protegem a pele antes receber os raios UV, o de uso oral atuam em nível celular, depois que a pele já recebeu a luz solar, para reduzir os danos, ou seja, a atuação deles é de dentro para fora. A indicação desse tipo de fotoprotetor é para quem está mais exposto ao sol. Mas vale lembrar que eles devem ser recomendados pelo dermatologista. Também é importante destacar que o protetor oral não substitui o protetor para a pele. Eles devem ser usados em conjunto, como explica a Dra. Adriana.

  3. Chapéu, óculos escuros e acessórios, para se proteger do sol

Segundo o Guia de Fotoproteção, desenvolvido pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, algumas medidas de fotoproteção como o uso de chapéus, óculos escuros e roupas específicas são recomendáveis para evitar queimaduras e uma maior incidência de câncer de pele. As roupas de tecido mais apertado, sintéticas e em cores mais escuras apresentam uma maior proteção UV. Já os chapéus são recomendáveis para todas as pessoas, inclusive para aqueles que têm calvície e podem queimar mais facilmente a região da cabeça. Já os óculos solares ajudam a evitar doenças nos olhos causadas pelos raios do sol, como a catarata e a degeneração da retina.

4.  Hora certa de ir à praia

Evitar os horários em que os raios do sol estejam muito fortes é também uma recomendação da SBD. O ideal é evitar exposição solar entre às 10h e 15h.  

  5. Saiba aplicar os fotoprotetores

Para uma proteção eficaz, fique de olho nessas regrinhas: use o bloqueador 15 minutos antes de se expor ao sol e passe o protetor solar a cada 2 horas, principalmente se ficar um longo tempo na água. Além disso, também é importante aplicar a quantidade certa de protetor em cada parte do corpo, usando a regra da colher de chá:

  • Braço e antebraço (direito e esquerdo): aplique 1 colher;
  • Frente e trás do tronco: aplique 2 colheres;
  • Rosto, cabeça e pescoço: 1 colher;
  • Coxa e pernas (direita e esquerda): 2 colheres

Com essas medidas você fica muito mais protegida e consegue aproveitar ainda mais o verão. A Dra. Adriana Cairo lembra ainda que a melhor pessoa para escolher o filtro solar ideal para você é sempre a dermatologista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo