Pele manchada? Conheça os melhores tratamentos para o melasma

Manchinha de cor acastanhada que aparece principalmente no rosto, braços, pescoço e colo, o melasma atinge pega de jeito as mulheres. Até hoje, não há causas comprovadas do seu surgimento, mas o que a dermatologia sabe é que a exposição solar sem proteção, uso de pílula anticoncepcional e a gestação, podem ser fatores que influenciam o aparecimento dessas manchas. Por muito tempo, pensou-se que essas marcas não teriam cura e só poderiam aumentar ao longo do tempo, mas isso não é verdade. Quando uma paciente minha aparece aqui com uma mancha, examino e indico tratamentos que farão, ao longo do tempo, ela desaparecer. Separei alguns desses tratamentos para você entender como eles funcionam.

Lasers

Eles são seguros e eficazes. Mas é preciso escolher os procedimentos certos para cada tipo de pele.

Laser fracionado não ablativo: tem uma luz pulsada que atinge de maneira mais superficial a camada da pele no combate a manchas, acne, vasos e rugas. Por ser leve, não produz crostas no rosto, o que facilita na hora de voltar às atividades diárias. Laser ablativo: a frio, ele é aplicado com a técnica drug delivery e é indicado para casos de manchas maiores.

Laser Q-Switched: a ação desse tipo de laser explode o pigmento da mancha, sem aquecer a pele.

Peeling

Os efeitos dos ácidos específicos para manchas sobre a pele, com a técnica do peeling químico, também podem ser eficazes no combate ao melasma. Para selecionar qual tipo de tratamento com peeling clareador será feito na mancha, preciso analisar a profundidade dela. A descamação que chega depois do tratamento é bem leve e, além de clarear as manchas, os peelings ainda podem melhorar a textura da pele e atenuar rugas fininhas.

Outros tratamentos

É possível também tratar o melasma de outras maneiras. Um ácido, que deve ser ingerido via oral, bastante receitado é o tranexâmico. Muitos estudos já comprovaram que essa substância inibe a produção da plasmina – responsável por estimular a produção de melanina – e, consequentemente, diminui as manchas escuras no rosto e no corpo. Outra novidade da dermatologia no tratamento de melasma é o creme Cysteamine. Derivado da cisteamina, substância produzida naturalmente no nosso organismo, que reduz a melanina na epiderme da pele, esse produto corrige marcas pigmentadas e vem trazendo resultados de moderados a significativos.

Gosto sempre de lembrar que uma das causas do melasma é o excesso de exposição ao sol, então, é fundamental usar protetor solar para seu tipo de pele tanto para prevenção, quanto para o tratamento das manchas. Em média, é possível clarear totalmente um melasma em 4 sessões de laser, mas vale ressaltar que é preciso o acompanhamento sempre no consultório para garantir que a mancha não volte ao longo do tempo.

Um comentário sobre “Pele manchada? Conheça os melhores tratamentos para o melasma

  1. Olá Dra.!
    Qual o laser indicado para o melasma?
    O novo laser Zye é indicado para o melasma?

    Desde já, agradeço pela atenção.
    Gisele

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo