Benefícios dos Bioestimuladores de Colágeno

Nos rótulos dos cremes de beleza e em tratamentos que prometem uma pele mais bonita, você sempre vê uma palavrinha mágica: colágeno. Essa substância, naturalmente fabricada por nosso organismo, é capaz de garantir a firmeza da nossa pele. Mas se o colágeno é produzido pelo nosso corpo, por quê precisamos de produtos que ele esteja presente? Porque ao longo do tempo, principalmente, a partir dos 40 anos a produção de colágeno diminui e aí é preciso repor ele de alguma forma, como, por exemplo, com o tratamento à base de bioestimuladores.

Quais os bioestimuladores de colágeno?

Gosto muito de indicar esse tratamento para minhas pacientes porque, como próprio nome diz, o que produz os resultados é o estímulo para que seu próprio corpo volte a produzir mais colágeno e, consequentemente, sua pele fique mais firme e bonita. Existem dois principais bioestimuladores: o Ácido Poli-L-Láctico e a Hidroxiapatita de Cálcio. Ambos com a mesma função, com a sutil diferença da Hidroxiapatita também ter a função preenchedora – o que é necessário para alguns casos.

Indicações e resultados

A ação dos bioestimuladores é de que em contato com a pele, eles são capazes de estimular a produção do colágeno e trazer ótimos resultados. Costumo indicar esse procedimento para flacidez corporal, celulite e contorno facial. Não existe uma idade específica para fazer esse procedimento. Como já disse por aqui, o colágeno costuma ter a sua produção diminuída em torno dos 40 anos, mas é possível que isso aconteça antes por fatores externos, como tabagismo, contato com a poluição e estresse. O número de sessões indicadas para esse procedimento pode variar de acordo com a região escolhida para ser tratada, mas varia de 2 a 3 sessões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo